Vacaria – nossa última viagem

Posted by admin Category: Eventos

Mas «Bueno» gurizada amiga, parceira do Ministério «Gauchinho de Cristo»; já faz um tempo que não nos falamos e muita coisa aconteceu nas nossas andanças e não podemos deixar de compartilhar com você que tem «ido» conosco aos pagos desse Rio Grande de Deus.

Recentemente, ficamos 20 dias no Rio Grande, onde saíndo de Maringa dia 17/janeiro, domingo compartilhamos num culto em Imbaú, já rumo a Curitiba; na segunda-feira, tiramos um tempo de oração no «monte Moriá», junto com o Pr Adalto até na terça-feira a noite, num tempo muito especial com nosso «Patrão», pois necessitávamos de algumas portas abertas para que seguíssemos a Vacaria RS, nosso destino final. Descemos então na quarta pela manhã rumo à Vacaria, pois nosso desafio era a participação no «grande e tradicional» Rodeio da Vacaria, que acontece a cada 2 anos, tal o tamanho do evento. Lá estivemos por 10 dias, bem localizados, pois o «Pai» nos providenciou o melhor lugar. Levantávamos sempre as 07h, já colocando uma «cambona» para esquentar água pro mate, passávamos a mão na «ferramenta» – gaita, violão e frunxe (chocalho), uma mala de garupa e se atracávamos no evangelismo nas barracas, milhares delas espalhadas pelo parque do rodeio. Claro que não visitamos todas, mas não perdemos oportunidades no tempo em que estivemos ali. Muitas vezes éramos recebidos nas barracas pelas famílias ocasião em que tínhamos um tempo maior de prosa, inclusive com café, o sempre chimarrão e até almoço. Geralmente à tarde descansávamos um pouco porque a gaita pesava no lombo deste vivente que vos escreve, afinal, depois dos “30”, cada perna, a coisa fica pesada; mas, graças aos meus 4 companheiros (Osmair, Marina (esposa), João e Tininha (esposa), com quem dividíamos as cargas e ministramos a palavra seja ela cantada ou em prosa e versos aos milhares de gaúchos acampados no rodeio. Tenho plena convicção de que o Espírito de Deus confirmara no coração desse povo, sulino, Sua vontade de que nenhum se perca, antes cheguem ao pleno conhecimento do dEle mesmo, Jesus. A Palavra de Deus, em (Jó 42:2) afirma que, …nenhum dos Seus planos pode ser impedido; compreende porque no começo da carta falei que tiramos um tempo de oração no monte? Algumas portas precisavam ser abertas e DEUS AS ESCANCAROU; Louvado seja o «Patrão» por tudo isso, inclusive pelos irmãos que nos apoiaram no local, dentre eles, o Pr Pedro Antipas, Pr Beto e suas famílias.

Retornando, chegamos em casa no dia 01/02 já desejando compartilhar isso com vocês. Ah, não posso deixar de testemunhar dos livramentos que nos Deus o Senhor; 1º sobre a saúde da minha esposa, livramento de Deus; 2º Saindo do rodeio quase que «atropelo» um guri; 10 Km à frente, com a fome e a pressa juntos, paro para comprar maças, freio o «cavalo véio» e nossa irmã Tininha «se perdeu» dentro do trem, caindo, desmaiou com o tombo; mais à frente, um carro atravessa nossa frente, quase passamos por cima dele, outro livramento; Depois do rio Uruguai, descendo uma serra, já em Santa Catarina, piso no freio do «bicho» e cadê ele; rolemos serra abaixo «que nem um vaca – aceada – correndo da cachorrada»; que sensação desesperadora. Olhei à frente, uma curva de 90º, já a uns 50Km por hora, consegui fazer a primeira curva, olhei vinha a 2ª e disse: vou jogar pro mato, mas quando pensei nisso, senti que o ônibus começou a parar e meu companheiro tentando abrir o vidro para «pular pra fora», foi que pensei, mas a BOA MÃO DE DEUS PAROU O CARRO antes da segunda curva; passando em Guarapuava, ao sair rumo a Maringá, «bati» num carro (fui o culpado), mas sem graves danos, graças a Deus, somente o retrovisor quebrado.

Bem, estamos vivos, e, uma coisa é certa, Deus ainda tem propósitos conosco e com o ministério o que nos deixa ainda mais alegres e convictos da nossa missão. Claro que muito do que fazemos não seria possível sem sua parceria. Muito obrigado!

Jairo Sampaio
Ministério Gauchinho de Cristo